Graduação PresencialOdontologia

Odontologia

Objetivos

OBJETIVOS GERAIS

Formar cirurgiões-dentistas cidadãos, com uma visão ampla do processo saúde/doença, com competências técnica-científicas adequadas, além de competências políticas, educativas, administrativas, investigativas, ecológica, culturais e eticamente ligadas ao exercício profissional de odontologia, no contexto do SUS, assegurando a integralidade, equidade da atenção e a humanização da assistência prestada, com autonomia intelectual, autorrealização e consciência de seu papel social para atuação em Quixadá e em todo o território nacional.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS 

  • Formar profissionais capazes tecnicamente com liderança e sensibilidade social, onde a Odontologia deixa de ser realizada de uma forma puramente tecnicista, passando a considerar o perfil biopsicocultural do ser humano;
  • Formar cirurgião dentista que saiba identificar e resolver os problemas de saúde/doença e que tenha capacidade de discutir estratégias, linhas de ação e métodos, que permitam a construção de uma saúde de base coletiva e individual;
  • Formar profissionais de Odontologia para atender à demanda social regional, oferecendo novas oportunidades educacionais, voltadas para a integração no mercado de trabalho;
  • Priorizar o caráter social do atendimento na área de saúde bucal;
  • Desenvolver uma mentalidade eminentemente preventiva, preparando um profissional para trabalhar nas atividades de saúde pública, beneficiando a comunidade através de programas de alcance social;
  • Promover no estudante a competência do desenvolvimento intelectual e profissional autônomo e permanente, capacitando-o a dar continuidade no processo de formação acadêmica e/ou profissional, que não termina com a concessão do diploma de graduação;
  • Oferecer condições para atualização técnico-científica da capacitação dos futuros profissionais e professores de Odontologia na área de influência da FADAT.

Corpo Docente

Coordenador(a)

Kátia do Nascimento Gomes

Kátia do Nascimento Gomes



Docentes

Perfil do Egresso

Com a formação generalista, humanista, cidadã, crítica e reflexiva, para atuarem em todos os níveis de atenção à saúde, com rigor técnico e científico, o egresso deverá exercer sua profissão de forma ética e articulada com os contextos social, cultural, político e econômico do seu meio, entendendo a sua profissão como uma forma de participação e de contribuição social para a transformação da realidade em benefício social. O egresso do Curso de Graduação em Odontologia da FADAT será um profissional também com habilidades para desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo, em todos os níveis de atenção à saúde.

A organização curricular do curso integra a vivência em diversos cenários de prática com diferentes realidades de atendimento odontológico, a fim de que o estudante possa se preparar para o enfrentamento dos desafios impostos pelo exercício das suas atividades profissionais na realidade bucal da região e do País. 

 

COMPETÊNCIA E HABILIDADES

A formação do Cirurgião Dentista oferecida pelo Curso de Graduação em Odontologia da FADAT, em consonância com a Resolução CNE/CES nº 03/2002, tem por objetivos gerais dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades específicas;

  • Respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional;
  • Atuar em todos os níveis de atenção à saúde, integrando-se em programas de promoção, manutenção, prevenção, proteção e recuperação da saúde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o;
  • Atuar multiprofissionalmente, interunidade curricularmente e transunidade curricularmente com extrema produtividade na promoção da saúde baseado na convicção científica, de cidadania e de ética;
  • Reconhecer a saúde como direito e condições dignas de vida e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;
  • Exercer sua profissão de forma articulada ao contexto social, entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social;
  • Conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos;
  • Desenvolver assistência odontológica individual e coletiva;
  • Identificar em pacientes e em grupos populacionais as doenças e distúrbios buco-maxilo-faciais e realizar procedimentos adequados para suas investigações, prevenção, tratamento e controle;
  • Cumprir investigações básicas e procedimentos operatórios;
  •  Promover a saúde bucal e prevenir doenças e distúrbios bucais;
  • Comunicar e trabalhar efetivamente com pacientes, trabalhadores da área da saúde e outros indivíduos relevantes, grupos e organizações;
  • Obter e eficientemente gravar informações confiáveis e avaliá-las objetivamente;
  • Aplicar conhecimentos e compreensão de outros aspectos de cuidados de saúde na busca de soluções mais adequadas para os problemas clínicos no interesse de ambos, o indivíduo e a comunidade;
  • Analisar e interpretar os resultados de relevantes pesquisas experimentais, epidemiológicas e clínicas;
  • Organizar, manusear e avaliar recursos de cuidados de saúde efetiva e eficientemente;
  • Aplicar conhecimentos de saúde bucal, de doenças e tópicos relacionados no melhor interesse do indivíduo e da comunidade;
  • Participar em educação continuada relativa a saúde bucal e doenças como um componente da obrigação profissional e manter espírito crítico, mas aberto a novas informações;
  • Participar de investigações científicas sobre doenças e saúde bucal e estar preparado para aplicar os resultados de pesquisas para os cuidados de saúde;
  • Buscar melhorar a percepção e providenciar soluções para os problemas de saúde bucal e áreas relacionadas e necessidades globais da comunidade;
  • Manter reconhecido padrão de ética profissional e conduta, e aplicá-lo em todos os aspectos da vida profissional;
  • Estar ciente das regras dos trabalhadores da área da saúde bucal na sociedade e ter responsabilidade pessoal para com tais regras;
  • Reconhecer suas limitações e estar adaptado e flexível face às mudanças circunstanciais;
  • Colher, observar e interpretar dados para a construção do diagnóstico;
  • Identificar as afecções buco-maxilo-faciais prevalentes;
  • Propor e executar planos de tratamento adequados;
  • Realizar a preservação da saúde bucal;
  • Comunicar-se com pacientes, com profissionais da saúde e com a comunidade em geral;
  • Trabalhar em equipes interunidade curriculares e atuar como agente de promoção de saúde;
  • Planejar e administrar serviços de saúde comunitária;    
  • Acompanhar e incorporar inovações tecnológicas (informática, novos materiais, biotecnologia) no exercício da profissão.
Skip to content