Logotipo VLibras VLibras 
O conteúdo desse website pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Qual a diferença entre Especialização, MBA e Mestrado?

Capa

E está chegando a tão sonhada formatura. Com o fim do curso, brotam as novas dúvidas: e agora, o que fazer? São três as opções para quem deseja continuar estudando. E no nosso artigo de hoje, vamos explicar qual a diferença entre Especialização, MBA e Mestrado.

Antes de mais nada, vamos começar com um esclarecimento: o que é Lato Sensu e Stricto Sensu?

Lato Sensu é uma expressão em latim que significa, literalmente, “em sentido amplo”, em contraposição ao Stricto Sensu, que significa em sentido mais restrito.

Os termos, oriundos do latim, são presentes em pesquisas de pós graduação. Porém, trazendo para a realidade, são de fácil assimilação.

Segundo informações do Portal do Ministério da Educação (MEC), as pós-graduações lato sensu compreendem programas de especialização e incluem os cursos designados como MBA (Master Business Administration). Com duração mínima de 360 horas, ao final do curso o aluno obterá certificado e não diploma. Ademais são abertos a candidatos diplomados em cursos superiores e que atendam às exigências das instituições de ensino – Art. 44, III, Lei nº 9.394/1996.

As pós-graduações stricto sensu compreendem programas de mestrado e doutorado abertos a candidatos diplomados em cursos superiores de graduação e que atendam às exigências das instituições de ensino e ao edital de seleção dos alunos (Art. 44, III, Lei nº 9.394/1996). Ao final do curso o aluno obterá diploma.

Tudo certo?

Na Especialização, como o nome já induz, você vai escolher uma área, um nicho do curso de graduação, para se especializar. Por exemplo, cursei Jornalismo, curti a disciplina de Assessoria de Imprensa. Logo, vou cursar Especialização em Assessoria de Comunicação.

Geralmente a duração é de 18 meses. Ao final, você entrega um trabalho de conclusão de curso, que pode ser uma monografia ou um artigo, conforme o projeto pedagógico do curso de especialização.

É indicado para quem quer aumentar conhecimento e dedicar-se a uma área específica da sua formação. Interessante para quem quer crescimento no mercado de trabalho.

No MBA, a procura maior é por formados que já estão no mercado, em cargo de gerência, por ser mais focado na prática do dia a dia. O curso oferece visão sistêmica do negócio. O tempo de duração também está em torno de 2 anos.

Se você ama estudar e se vê como professor de faculdade ou pesquisador/cientista, você deve investir no Mestrado. O curso é mais longo e denso, com duração de até 2 anos para o Mestrado Profissional e até 4 para o Mestrado Acadêmico. (Sugestão: o curso tem um duração mínima de 02 anos, podendo haver prorrogação a critério do programa de mestrado).

Após tudo dito, vamos ao nosso resumão!

Se o seu foco é crescimento no mercado de trabalho, comece por Especialização ou MBA.

Lembrando que, para quem já está no mercado de trabalho e quer ter uma visão mais global, o mais indicado é o MBA.

Porém, ambos são legais por agregarem ao networking e possibilitar novas vivências.

Se o seu objetivo é continuar na academia e investir na carreira de cientista, pesquisador ou professor, a sua linha é o Mestrado. Um curso com grande quantidade de conteúdo, muito material de estudo, e que ao final é obrigatório uma dissertação como fruto da pesquisa desenvolvida sob a supervisão de um orientador, com apresentação para uma banca, formada por doutores.

Salientamos que, em questões monetárias, a Especialização tem o valor mais acessível, sendo seguida pelo MBA. O Mestrado, por conferir diploma, possui custo monetário maior.

Mas o preponderante é lembrar que há no mercado ótimas opções, com preços que cabem no seu bolso e uma vez escolha feita, aproveite cada momento, interaja com os alunos e professores, consulte as biografias e faça desse momento um divisor de águas para o seu crescimento.

Até a próxima!